Portal JNMT
Portal JNMT
NOTICIAS

#Missão israelense fracassa com queda da nave Beresheet na Lua

Programa custou cerca de US$ 100 milhões (R$ 380 milhões) e tinha duas metas: ser a primeira missão espacial privada e a primeira nave de Israel a pousar na Lua.

Data: Quinta-feira, 11/04/2019 17:59
Fonte: Por G1
Foto: Reprodução

A nave israelense Beresheet não conseguiu pousar na Lua nesta quinta-feira (11), após uma série de falhas em um de seus motores. Ela chegou à superfície da Lua, mas não conseguiu realizar um “pouso suave”, e terminou se chocando contra o astro. A missão custou cerca de US$ 100 milhões (R$ 380 milhões), o que é considerado pouco para esse tipo de projeto.

Essa foi a primeira missão espacial privada organizada com esse objetivo, com supervisão da Agência Espacial Norte-Americana (Nasa). A nave tinha o tamanho aproximado de uma máquina de lavar louças.

Os primeiros relatos indicam que o motor principal da Beresheet falhou e, quando foi reiniciado, a nave já estava muito perto do solo lunar. Foi impossível fazer um pouso suave, como era previsto.

A princípio restavam dúvidas se a nave havia apenas perdido comunicação com a Terra ou se havia, de fato, caído. Mais tarde, a SpaceIL, organização sem fins lucrativos que coordena a operação junto com a Israel Aerospace Industries, confirmou no Twitter que o time israelense "chegou perto, mas não teve sucesso com o processo de pouso" na lua.


 
 

A organização também divulgou um selfie da Beresheet antes da queda. A foto foi tirada a cerca de 21 quilômetros da lua.

“Não conseguimos, mas certamente tentamos”, disse o empresário Morris Kahn, um dos fundadores da SpaceIL, criada em 2011. Antes do início da missão, Kahn já havia dito que estava um pouco ansioso com o pouso, um dos momentos mais desafiadores da missão.

O gerente geral da operação, Opher Doron, da Israel Aerospace Industries, afirmou que chegar à lua “já foi uma conquista enorme”. Embora demonstrasse frustração, o time disse ter sido um sucesso ser o sétimo país a orbitar a lua e o quarto a chegar à sua superfície.

Antes deles, apenas missões de agências espaciais dos governos da antiga União Soviética, dos Estados Unidos e da China chegaram lá.

Quando a falha na aeronave foi confirmada, o primeiro-ministro de Isreal, Benjamin Netanyahu declarou: “Se você não tem sucesso na primeira vez, você tenta novamente."

Um grande evento foi montado para que autoridades e financiadores da SpaceIL assistissem ao pouso. A missão também vinha sendo transmitida pela internet.

PUBLICIDADE