JNMT - A credibilidade da notícia
NOTÍCIA

Polícia Prende Suspeito de Participar em Execução de Dupla no Mato Grosso

Data: Segunda-feira, 08/07/2024 00:00
Fonte: JNMT

Itajaí, SC – 8 de Julho de 2024
Na manhã de hoje, uma operação da Polícia Judiciária Civil de Juína, Mato Grosso, resultou na prisão de um suspeito envolvido na execução de Alexsandro Rocha Marques, conhecido como “Popó”, e Carlos Henrique Rocha, vulgo “Coquinho”. O homem foi detido em Itajaí, Santa Catarina, como parte de uma investigação que se estende desde dezembro do ano passado.

A captura ocorre na sequência da prisão de outros quatro suspeitos na semana passada. Um deles foi detido em Sinop, Mato Grosso, enquanto os demais já estavam no Centro de Detenção Provisória de Juína. As ações refletem os esforços contínuos das autoridades para esclarecer os 28 homicídios que ocorreram em Juína e Castanheira em 2023, uma série de crimes que tem gerado preocupação entre os moradores da região.

Detalhes do Crime
Em dezembro de 2023, Alexsandro e Carlos foram brutalmente assassinados. Após a execução, os corpos foram jogados da ponte sobre o Rio Juruena, entre Juína e Brasnorte, em uma tentativa de ocultar as provas do crime. Dias depois, o corpo de Alexsandro foi encontrado, mas o de Carlos Henrique permanece desaparecido, alimentando a angústia de seus familiares.

As investigações apontaram que as vítimas foram alvo devido a sua proximidade com uma facção rival à dos executores. Essa motivação revela a complexidade do cenário criminal na região, onde disputas entre facções são comuns e frequentemente resultam em violência extrema.

Avanços na Investigação
Com a prisão de hoje, a Polícia Judiciária Civil de Juína está cada vez mais próxima de encerrar esse complexo caso. A prisão em Itajaí é um marco importante na busca por justiça e no combate ao crime organizado no Noroeste do Estado.

"Estamos comprometidos em levar todos os envolvidos à Justiça e garantir que as famílias das vítimas obtenham respostas", afirmou o delegado responsável pela investigação. Ele também destacou que a resolução desses crimes é fundamental para a segurança e a tranquilidade dos moradores da região.

Contexto e Impacto
Os 28 homicídios registrados em Juína e Castanheira no ano passado refletem a violência exacerbada que tem assolado essas cidades. As prisões recentes demonstram um esforço concertado das autoridades para combater o crime e trazer paz às comunidades afetadas. A resolução desses casos não só traz alívio para as famílias das vítimas, mas também fortalece a confiança da população na eficácia da Polícia Judiciária Civil.

A expectativa é de que, com todos os criminosos identificados e detidos, a Justiça possa atuar com celeridade, aplicando as devidas penas e dissuadindo futuros atos de violência na região.

Para mais atualizações sobre este e outros casos, continue acompanhando nosso portal de notícias.