terça, 26 de maio de 2020

NOTÍCIAS

Data: Terça-feira, 31 de março de 2020     Fonte: Denise Soares, G1 MT

Empresário que dirigia caminhonete para a Bolívia é flagrado pela polícia em MT com 191 mil em real e moedas de outros 7 países

Ele foi liberado depois de prestar depoimento na delegacia da Polícia Federal em Cáceres.
Reprodução

Um empresário foi flagrado com 191 mil em real e moedas de outros sete países ao ser abordado por policiais do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) na MT-473 em Pontes e Lacerda, 483 km de Cuiabá. Ele seguia para a Bolívia quando foi abordado nessa segunda-feira (30).

Segundo o Gefron, o suspeito, de 36 anos, disse que andava com o dinheiro para possíveis oportunidades de negócio. Ele atua no ramo de compra e venda de soja em Mato Grosso.

Ele foi encaminhado à Polícia Federal em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, com a suspeita de cometer o crime de evasão de divisas já que o dinheiro não foi declarado à Receita Federal. A PF informou o G1 que o empresário deu depoimento e foi liberado.

A abordagem ocorreu na região conhecida como Posto do Matão.

De acordo com o Gefron, o empresário dirigia uma Amarok. Ele foi revistado e os policiais encontraram notas não declaradas de moedas internacionais.

Foram apreendidos 32 mil dólares, 370 mil em moeda indiana, moedas de Singapura, 484 mil em moeda vietnamita, moedas de Hong Kong, da Malásia, R$ 510 e 137 mil guaranis, moeda do Paraguai.

O empresário, que não tem antecedentes criminais, foi levado à delegacia da PF.

 

A Polícia Federal de Cáceres disse que apura a origem do dinheiro. Em depoimento, o empresário, que é de Lucas do Rio Verde, a 360 km de Cuiabá, afirmou ao delegado de plantão que trazia e levava esse dinheiro do Brasil para negócios.

Para a PF, não ficou demonstrado crime e, por isso, o empresário foi liberado. Apesar disso, o dinheiro foi apreendido e a polícia abriu uma investigação para apurar a situação. A Receita Federal será comunicada.