terça, 24 de novembro de 2020

NOTÍCIAS

Data: Sexta-feira, 20 de novembro de 2020     Fonte: Paloma Poeta, da Record TV

'Milena, me ajuda': viúva relata choque ao ver marido ser morto

'Quando eu estava na escada rolante, os seguranças largaram correndo, e quando cheguei lá embaixo, ele já estava imobilizado', conta esposa
Reprodução

“Ele disse ‘Milena, me ajuda’. Eu fiquei em choque, foi uma brutalidade que fizeram com ele. Foi assim... horrível”. Assim Milena Borges Alves descreve os momentos em que viu o seu marido, João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, ser brutalmente espancado e assassinado por seguranças do supermercado Carrefour em Porto Alegre (RS), na noite desta quinta-feira (19).

Segundo Milena, o casal ia quase todos os dias ao supermercado, próximo a sua residência. Ela relata que, instantes antes de ser assassinado, o marido acenou brincando para uma segurança do local, que não gostou.

“Eu fiquei pagando as compras e ele disse que ia descer. Quando eu estava na escada rolante, os seguranças largaram correndo, e quando cheguei lá embaixo, ele já estava imobilizado”, relatou ela à Record TV.

João Beto Freitas foi assassinado aos 40 anos

Um amigo de João estava no supermercado e conta que testemunhou o crime.
Segundo ele, “só pelas imagens não dá pra ver a brutalidade que nós percebemos lá dentro, os socos que ele tomava que chegava a 200 metros ouvindo o barulho e ele pedindo socorro pra pararem de bater”.

A versão dos seguranças foi de que João agrediu uma funcionária e de que teria ofendido e encarado fiscais do estabelecimento.

A polícia afirma, entretanto, a investigação não aponta para a direção do relato dos seguranças.