terça, 20 de abril de 2021

NOTÍCIAS

Data: Terça-feira, 06 de abril de 2021     Fonte: Só Notícias

Morre padre americano que evangelizou em Juína, Juruena e Alto Taquari

Reprodução

O sacerdote William Patrick Mauric, conhecido como padre Bill, faleceu hoje, na Santa Casa de Rondonópolis, onde lutava contra as complicações do Coronavírus. Ele ficou 40 dias internado e exercia sua missão religiosa na paróquia São José e Nossa Senhora Aparecida, em Alto Taquari (500 km de Cuiabá).

A Sociedade Missionária de São Patrício (The Kiltegan Fathers), com base na Irlanda, da qual padre Bill fazia parte, divulgou nota de pesar pelo seu falecimento. “Durante o seu longo tempo na UTI, houve ocasiões em que parecia que Bill tinha ganho a batalha e logo estaria em casa”. No entanto o quadro se agravou rapidamente nos últimos dias “e foi ungido na manhã desta segunda-feira pelo vigário geral da Diocese de Rondonópolis, padre José Éder”.

Ele nasceu em Baltimore, Maryland, Estados Unidos e juntou-se à “Sociedade Missionária de St. Patrick em setembro de 1985. Depois do ano espiritual, ele foi para a St. Patrício ‘ s College, Maynooth, para um curso de dois anos de Filosofia, graduando-se em junho de 1988. Ele retornou a Kiltegan em setembro de Um curso de teologia de três anos. O terceiro ano do seu curso de teologia foi feito no Kimmage Mission Institute em Dublin. Após a sua ordenação diaconada em 1991, ele foi nomeado para o trabalho pastoral na Igreja Nossa Senhora dos Anjos, Bayswater, Londres, sob a supervisão de Fr Michael Hollings. De janeiro a abril de 1992 ele fez um curso de Educação Pastoral Clínica no Hospital Universitário de Cork. Bill foi ordenado sacerdote na Capela de St. Patrick, Kiltegan, em 1992”

“Seguindo a ordenação Bill foi nomeado para o Brasil. Depois de três meses de curso de língua portuguesa em Brasília foi trabalhar na paróquia São Sebastião, Mitsutani na Diocese de Campo Limpo, até 1998. No início de 1999 foi escolhido para fazer parte de um grupo de Sociedade Padres para abrir uma nova missão na Diocese de Juína, na região Noroeste de Mato Grosso. Trabalhou na Paróquia Santo Antônio, Castanheira, na Catedral Sagrado Coração, Juína e na Paróquia São José, em Juruena. Foi então transferido de volta para casa para os Estados Unidos, onde serviu primeiro na equipa de promoção da Sociedade em Chicago e depois em Cliffside Park, Nova Jersey. O chamado para as missões permaneceu sempre e quando terminou seu mandato de seis anos nos EUA retornou ao seu amado Brasil em 2011. Desta vez foi trabalhar na Paróquia São José, Alto Taquari, que estava então em a Diocese de Guiratinga e em 2014 passou a fazer parte da Diocese de Rondonópolis-Guiratinga”,  onde permaneceu até hoje.

“Bill era um padre missionário muito comprometido e zeloso. Ele estava sempre disposto a ir onde quer que as necessidades da sociedade fossem as maiores. Ele era muito indecente e seguiu a vida. Ele era um falador reto e acreditava firmemente que as ações falam mais alto do que as palavras” “Que a sua alma generosa e generosa descanse em paz”.

Ele é o segundo religioso da diocese de Rondonópolis que faleceu em decorrência da doença. O bispo dom Juventino Kestering, 74 anos, morreu no último dia 28.