sábado, 08 de maio de 2021

NOTÍCIAS

Data: Domingo, 02 de maio de 2021     Fonte: Luiz Gonzaga Neto, TV Centro América

Preço da batata, tomate e banana deve cair em MT, prevê Imea

O preço do arroz, feijão, o óleo e carne não têm previsão de queda.
Reprodução

O preço de alguns alimentos registrou queda nos valores. Segundo o Instituto Matogrossense de Economia e Agropecuária (IMEA), a batata deve ter uma queda de 11%. O tomate também caiu 11% e a banana, 5%.

A queda ainda é muita tímida, mas já traz um alívio para o bolso do consumidor, principalmente, porque a inflação, ou seja, os valores de alguns produtos da cesta básica estão altos como o arroz, feijão, o óleo e carne. Esses produtos não têm previsão de queda.

Esse aumento para o consumidor a partir desta segunda-feira (3) que a gente vai começar a repassar

Em 2020, um pacote de feijão era vendido a R$ 3 e agora está custando R$ 7.

Nos últimos 10 meses, o preço do milho amarelo de R$ 55 foi para 85 – saca com 50 kg. O aumento foi de 54%.

A mandioca também subiu de R$ 50 foi para 120 – saca com 55 kg, o que corresponde a um aumento de 140%.

Já a berinjela aumentou 100%. Foi de R$ 15 para R$ 30 caixa com 12 kg.

A beterraba de R$ 45 foi para 70 – caixa com 20kg: aumento dde 55%.

Os preços de preços de verduras e legumes sempre sofreram influencia de questões climáticas: se choveu muito ou pouco no campo, a época do ano de produção, mas agora tem um outro fator que está entrando nessa conta: a pandemia.