sábado, 08 de maio de 2021

NOTÍCIAS

Data: Segunda-feira, 03 de maio de 2021     Fonte: Ascom CDL

ASCOM/CDL Juína manifestam alívio pela reabertura do comércio, pedem empenho da população no cumprimento das regras

Reprodução

Nesta segunda-feira 03 de maio, todo o comércio de Juína (os classificados como não essenciais) retoma suas atividades de portas abertas depois de 10 dias de quarentena obrigatória, lojas de todo o varejo poderão voltar aos seus atendimentos dentro do novo normal, controlando o acesso das pessoas, exigindo uso de máscaras e higiene das mãos de seus clientes.

A última semana foi de reuniões com o Ministério Público, Prefeitura municipal, onde o clamor do setor foi levado às autoridades. Diante de tudo que foi apresentado pela ASCOM/CDL Juína, tanto o Ministério Publico quanto o executivo se mostraram conscientes da dificuldade que o setor vive e se comprometeram com a reabertura mesmo com o risco Muito Alto que o município permanece pelo menos até a próxima terça-feira.

“Reiteremos a necessidade de uma comunidade unida nessa luta em combater a pandemia, o comércio cumprindo com sua obrigação e a população com o seu dever, só assim sairemos dessa pandemia, salvaremos vidas e nosso comércio permanecerá de portas abertas, proporcionando comodidade aos clientes, gerando emprego e renda ao município” destaca João Paulo Morini, assessor das entidades.

Morini lembra o caos na saúde mundial e a dimensão dos problemas econômicos causados pela pandemia e compara a simples medida que cada pessoa tem que ter, “a pandemia existe, foi, e a mais de 400 dias, está sendo avassaladora para nossa cidade e o seu compromisso é de apenas usar máscara ao sair de casa, higienizar as mãos e não aglomerar por pelo menos mais alguns dias, não pode ser tão difícil assim” cobrou, fazendo referência as pessoas que insistem em permanecer sem máscaras em locais públicos e àquelas que fazem festas e aglomerações, disseminando o vírus e pressionando nosso sistema de saúde.

O momento é de muita expectativa para o comércio, pois no próximo domingo será celebrado o Dia das Mães o “segundo natal” do comércio brasileiro e as empresas esperam aquecer as vendas, reparando um pouco do prejuízo que vem acumulando desde o início da pandemia. “Quero aqui deixar um pedido a população de Juína, apesar da facilidade do comércio eletrônico hoje em dia, por favor, vamos valorizar o comércio local, além da praticidade de ter o produto em mãos, testar, provar e ter a garantia próxima de você, hoje todos atendem por suas páginas em Facebook, Whatsapp, delivery e precisam do apoio da nossa cidade, vamos ajudar nosso comércio a local a permanecer de portas abertas, as empresas de Juína precisam de você” finalizou Morini.