sábado, 23 de outubro de 2021

NOTÍCIAS

Data: Quinta-feira, 07 de outubro de 2021     Fonte: Assessoria

Empresário apóia projeto que visa ampliar ações de preservação em comunidades indígenas

O empresário Zize que atua no ramo de madeiras e transportes em Juína e toda região participou de uma reunião nesta quinta-feira (07) na comunidade.
Assessoria

Um projeto sobre reflorestamento está sendo proposto para comunidade Rikbaktsa no distrito de Fonatanillas.

A OSCIP "Arte e Cultura", atua no fortalecimento do convívio social, buscando melhorias para a Sociedade Civil como um todo por meio de políticas públicas, articulação comunitária e/ou profissionais de diferentes áreas. O projeto em questão trata sobre ações com destaque para o reflorestamento, segundo Rafael Vieira Mendes que está entre os articuladores.

“Já conversamos com alguns deputado, eles ficaram de nos ajudar nesse projeto Arte e Cultura que tem uma parte que trata da dedução de imposto de empresas, privadas e nós estamos trabalhando atrás das empresas, correndo para essa possibilidade da dedução do imposto para nós darmos início ao projeto; e nós estamos buscando apoio das prefeituras, do governo, da assembleia legislativa do Estado, tentando de tudo para estar com esse projeto junto com os indígenas; hoje a verba disponibilizada está em torno de R$ 56 milhões para trabalhar com plantas, barcos, brigada de incêndio entre outras ações”, relatou Rafael.

Para a comunidade Rikbaktsa que já trabalha preservando o meio ambiente com colheitas de sementes, a notícia traz mais esperança para melhorar e ampliar a preservação e uso sustentável da floresta.

“Para a gente que mexe com o reflorestamento e mesmo com a colheita da semente, será muito bom, nosso povo não tem uma fonte de renda, então a gente vê isso com muita esperança entendeu! De desenvolver atividade de reflorestamento e receber o apoio do empresário Zize acaba fortalecendo essa esperança”, frisou o cacique Nilo Rikbaktsa, uma das lideranças da comunidade.

O empresário Zize que atua no ramo de madeiras e transportes em Juína e toda região participou de uma reunião nesta quinta-feira (07) na comunidade e na oportunidade destacou um pouco de sua história, marcada por vivência também, com indígenas na região sul do Brasil.

“Para nós é uma honra muito grande, fazer parte dessa família indígena; o projeto é muito bom, vem trazer melhorias para a comunidade indígena; como um todo, é um passo muito importante, porém o processo é lento, é demorado, mas acreditamos que com muito trabalho, com o apoio da iniciativa privada, do setor público, nós conseguimos trazer grandes melhorias para a comunidade indígena num geral no nosso município; a união é um dos fatores essenciais, quanto mais força nós unirmos, mais poder nós temos de agilizar; nós acreditamos que o povo indígena é um povo trabalhador e estão se unindo, se organizando também para buscar a sua demanda e nós como empresário também tentando ajudar no que for preciso para trazer melhorias para esse povo tão sofrido da nossa região”, destacou o empresário Zize.

Domingas Rikbaktsa é presidente da associação, para ela a concretização desse projeto pode representar avanços e oportunidades para a comunidade mais jovem principalmente.

“Temos muitos jovens que precisam e muitas famílias também que não tem renda e a gente quer trazer o projeto e implantar para estar ajudando porque afinal nós precisamos muito dele”, finalizou.

 

Assessoria

Assessoria

Assessoria

Assessoria