sábado, 23 de outubro de 2021

NOTÍCIAS

Data: Segunda-feira, 11 de outubro de 2021     Fonte: midia news

Estudante de MT é uma das vítimas de chacina no Paraguai

Rhamye Jamilly Borges de Oliveira, de 18 anos, cursava medicina; ela foi atingida por 10 disparos
Reprodução

A mato-grossense Rhamye Jamilly Borges de Oliveira, de 18 anos, foi assassinada a tiros em uma chacina que vitimou outras três pessoas em Pedro Juan Caballero, no Paraguai. 

O caso ocorreu na madrugada deste sábado (9).

Também morreram Osmar Vicente Álvarez Grance, de 32 anos, Kaline Reinoso de Oliveira, de 22 e Haylée Caroline Acevedo Yunis, de 21. Esta última era a filha do governador de Departamento de Amambay, Ronald Acevedo.

Conforme a polícia paraguaia, as vítimas estavam dentro de um carro quando foram atingidas pelos disparos. Elas haviam acabado de sair de uma casa noturna. 

Os suspeitos desceram de uma caminhonete, se aproximaram do veículo das vítimas, atiraram e fugiram. Todos os baleados morreram no local.

Ainda de acordo com a polícia paraguaia, Rhamye Jamilly foi atingida por 10 tiros. 

Osmar Grance foi morto com 31 disparos, Kaline Reinoso com 14 e Haylée Acevedo, por seis. 

Rhamye Jamilly morava em Curvelândia (a 280 km de Cuiabá) e havia se mudado há pouco tempo para o Paraguai, onde cursava Medicina na UCP (Universidade Central do Paraguai). 

As polícias brasileira e paraguaia investigam os assassinatos.