quarta, 18 de maio de 2022

NOTÍCIAS

Data: Quinta-feira, 12 de maio de 2022     Fonte: g1 MT

Dois corpos são localizados em MT e polícia acredita ser de casal de primos que estavam desaparecidos

Suspeito de participação no crime foi preso nesta quarta-feira (11) pela Polícia Civil.
Reprodução

Dois corpos enterrados em uma área rural foram localizados nesta quarta-feira (11) pela Polícia Civil em Barra do Bugres, a 169 km de Cuiabá. A Delegacia de Barra do Bugres e da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) acredita que os corpos possam ser de dois jovens que estavam desaparecidos há um mês.

Polícia Civil prendeu um suspeito de envolvimento no crime.

Segundo a polícia, o mais provável é que os corpos sejam de Thaynara Chrystini dos Santos Silva e Carlos Henrique da Silva Souza, ambos de 20 anos, que estavam desaparecidos desde o dia 05 de abril.

 

O casal de primos foi visto pela última vez na parte externa de um ginásio poliesportivo.

A polícia está mobilizada em encontrar as vítimas e os autores desde a comunicação do desaparecimento.

Suspeito preso

Com as informações, foi representada pela prisão temporária de um dos suspeitos de envolvimento no caso, o que foi cumprido nesta quarta.

Após a prisão, os corpos foram localizados enterrados em uma região de mata, a 15 km da cidade.

Thaynara Chrystini dos Santos Silva e Carlos Henrique da Silva Souza estão desaparecidos há mais de um mês — Foto: Reprodução

Thaynara Chrystini dos Santos Silva e Carlos Henrique da Silva Souza, desapareceram há mais de um mês, em Barra do Bugres, a 169 km de Cuiabá. Os jovens são primos e foram em um evento esportivo no município, mas não retornaram para casa.

 

De acordo com o boletim de ocorrência, Thaynara foi com uma amiga no Ginásio de Esportes, que fica no Bairro Jardim Boa Esperança, perto da rodoviária do município. No local teria um evento estudantil e as mulheres foram ver a abertura do torneio.

Após chegarem no local, a amiga relatou que as duas se encontraram com Carlos Henrique e outras pessoas no ginásio.