quarta, 18 de maio de 2022

NOTÍCIAS

Data: Sexta-feira, 13 de maio de 2022     Fonte: Tangará em Foco

PJC desvenda crime e prende suspeito de assassinar professor em Tangará

Reprodução

A Polícia Judiciária Civil conseguiu identificar e prender no Jardim Barcelona o indivíduo suspeito de matar enforcado o professor Murilo de Souza Feliciano, 41, em Tangará da Serra. O crime aconteceu por volta das 23h do dia 8 de maio e o corpo da vítima de 41 anos foi encontrado no dia seguinte.

De acordo com o investigador da PJC, Lázaro Ribeiro, inicialmente, ao ser localizado o corpo, os primeiros indícios indicavam suicídio, porém, essa hipótese foi descartada no decorrer da investigação.

“Tratava-se de um professor. Inicialmente parecia se um suicídio, mas através da vasta experiência da DHPP e da Politec, a investigação transcorreu em sigilo com três equipes envolvidas”, informu.

O investigador revelou ainda que o trabalho de investigação fez com que em poucos dias fosse possível identificar e localizar o suspeito, que confessou o crime.

“Chegamos ao suspeito que confessou a autoria do crime. Ele confessou que fez um programa com a vítima, no local houve um desacordo entre ambos e ele aplicou um golpe chamado mata leão, pegou um fio de energia e amarrou no pescoço da vítima, que foi mobilizada e entrou em óbito em seguida”, disse Lázaro.

O investigador completou. “Foi uma investigação complicada, pois não haviam vestígios. O suspeito nos informou que ao deixar o local ele acreditava que a vítima não havia morrido. Após localizarmos a residência onde morava, o abordamos e capturamos o suspeito, que foi levado para o CISC e colocado à disposição da justiça”, concluiu.